domingo, 22 de abril de 2018

20 Encontro Sulbrasileiro de fuscas

Fusca esportivo

Fusca esportivo é obra dos alemães da Memminger Feine-Cabrios http://www.gazetadopovo.com.br/automoveis/paixao-sem-fim-fusca-ganha-versao-porsche-com-motor-esportivo-4mz32d5nlv86kap1cslku7xe6

quarta-feira, 11 de abril de 2018

segunda-feira, 26 de março de 2018

domingo, 25 de março de 2018

TV NSC -

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/jornal-do-almoco/videos/t/blumenau/v/confira-a-terceira-reportagem-do-quadro-viva-blumenau/6604245/

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

O Natal lá em casa.

O pai era o animador e o mestre da decoração. A casa na Rua São José ficava no clima da festa natalina, com coisas decoradas, brilhantes e penduradas por tudo. Bolinas, lacinhos, presépio, desde a rua, porta, janela, nos móveis e na mesa, era tudo decorado. Quando chegou no mercado as minis luzes o brilho de Natal aumentou. Certamente o pai seguia orientação do amigo seu Hermes, que em Curitiba – no Batel tinha a sua casa toda decorada. Uma atração de Natal. A nossa mãe era a caprichosa na cozinha. Doces e Salgados. O casal com cinco filhos faziam do Natal uma festa muita caprichosa. Para nós crianças era um sonho inesquecível. Espiar na fresta da porta da sala para saber antecipado os presentes surpresas era a aventura da espera. As salas lá de casa tinham uma porta de separação com janelas de vidro martelado e na sala principal, de frente para a entrada principal, instalado uma árvore. Uma enorme que quase tocava no teto. A decoração da árvore era com bolas de natal de vidro. Mais para prateadas e brancas. Nos galhos da árvore colocados dezenas de castiçais de lata com velas torneadas - vermelhas predominantemente. Em cima no topo da árvore uma estrela pontuda também em vidro com brilhantes. Os presentes todos embrulhados e decorados com arranjos pequenos e laços colocados embaixo da árvore. Presentes eram misturados com anotação de identificação. Um a um a mãe e o pai pegavam os pacotes e chamavam pelo nome. Muita emoção. Depois os presentes foram sendo separados por região na sala, as meninas deste lado, os meninos deste. A cerimonia era em fila indiana, menores na frente e maiores pra trás e a porta só era aberta com todos entrando na sala. A família pai, mãe e cinco irmãos formavam uma escadinha. Cantando a noite feliz. Era muito lindo. A nossa mãe tinha muito talentos, em especial para o canto e puxava a letra - forte. Era maravilhosa aquela noite feliz, que na nossa visão, a dos menores, não acabava nunca. Depois era servido o jantar. Que jantar que nada, a nossa atenção, estava voltada aos brinquedos, que acabavam de chegar, com a demorada visita do Papai Noel. Muito mais tarde com a chegada dos netos, noras e genros a classificação ficou mais complicada. Mesmo assim até depois de casados, enquanto eles estiveram entre nós a linda cerimonia foi mantida. Feliz Natal. José Geraldo Reis Pfau

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

"TV Coligadas: A Aventura do Canal 3"

1º de setembro de 1969 quando Blumenau e Santa Catarina eram oficialmente apresentados a um novo meio de comunicação que só era conhecido por meio de chuviscos vindos do Paraná. Nascia em um prédio simples, no centro da cidade-jardim, a TV COLIGADAS! Produção - André Luiz Bonomini